Exercitando a Lei da Atração!

Sabemos que a divulgação sobre a Lei da Atração é algo de maravilhoso para nossa vida porque através dela podemos mudar nossa vibração. Embora a divulgação em massa tenha ocorrido nesses tempos, já fazemos uso dela sem ter tido tantos conhecimentos. Vivemos situações no decorrer das nossas vidas que estão sempre comprovando isso.

É aquela vontade de conversar e rever uma pessoa querida e, sem percebermos, acabamos por encontrar a pessoa na rua ou nos surpreendemos com ela nos ligando ou várias outras formas que o Universo utiliza para realizar o que queremos.

Por que esse processo na nossa vida é tão natural? Porque quando pensamos numa pessoa querida estamos emitindo bons pensamentos, boas lembranças, emoções que nos fazem sentir admiração, entusiasmo diante de uma lembrança, contentamento, felicidade proporcionada por determinadas vivências ao lado da pessoa e até a expectativa de reencontrá-la.

Isso é maravilhoso, não é? Muitas vezes sem ter consciência você faz contato com as emoções positivas necessárias rompendo com a resistência e conectando com sua Energia Essencial, acionando assim rapidamente a Lei da Atração. A surpreendente verdade sobre a Lei da Atração é que ela age assim, de forma simples e efetiva. Sendo assim podemos entender que nossas emoções são os grandes indicadores do que vamos atrair em relação ao nosso bem estar.

Agora vamos ao foco: se é tão fácil atrair situações como as citadas acima, porque na sua vida não há sucessivos bons acontecimentos? Será que é tão dificil encontrar uma resposta? Não, não é. A grande diferença é que você não precisou comprometer-se com nada quando estava pensando nos bons momentos vividos, na saudade de uma pessoa querida, na vontade de conversar, de rever. Precisou apenas relembrar as emoções que foram vividas.

Na sua vida, você convida boas experiências para serem vividas? Ou deixa à mercê da vida imaginando que ela vai lhe dar o que quer? Consequentemente, nada terá. O simples fato de não atrair o que quer de bom e melhor para sua vida é porque esquece de determinar o que quer viver e assumir a responsabilidade dos bons pensamentos, dos bons sentimentos e acreditar que é permitido ser feliz e ter uma vida plena, desenvolvendo por si mesmo admiração, respeito e amor próprio, sem precisar esperar a avaliação e o consentimento de um fator externo.

O que a Lei da Atração ensina é que você precisa ser o Criador Intencional da sua própria experiência, precisa direcionar seus pensamentos. Só quando escolher intencionalmente o que quer e direcionar seus pensamentos é que poderá trabalhar seu ponto de atração. Isso se dá porque não há como modificar seu ponto de atração se continuar a acreditar nos acontecimentos da sua vida como sempre fez.

Para entender melhor, vamos imaginar que está sentindo amargura por um relacionamento que teve seu fim ou porque não conseguiu a promoção que tanto esperou ou por qualquer outra situação. Esse sentimento de amargura ficará vibrando em sua vida e num determinado momento perceberá que está vivendo sempre as mesmas situações. Isso não ocorre porque a vida é ingrata ou porque Deus não está consigo. O que acontece é que, por estar constantemente pensando em tais situações, acaba concentrando energia para ter mais disso.

Tome consciência do que o pensamento escolhido realmente fez com você, como fez você se sentir. Observe onde você está e onde quer estar. A sensação de estar vivendo as mesmas situações desagradáveis se dá à falta de controle e de não perceber para onde está direcionada. Por tal motivo é fundamental ter consciência das suas emoções e do que elas indicam.

Um passo muito importante para conectar-se com o que você quer é começar a examinar se seus pensamentos estão em sintonia com suas emoções, ou seja, o que eu quero deve estar imantado de bons sentimentos e vibrando emoções positivas. Seus pensamentos precisam estar na mesma sintonia dos seus sentimentos. Cultivando o sentimento de bem estar e alegria, saiba que já está indo ao encontro do que você deseja.

Quando falo em emoções, existem muitas palavras para descrevê-las, mas basicamente só existem duas emoções: sentir-se e sentir-se mau. O estado máximo das emoções é quando sentimos alegria, amor, admiração, liberdade ou conhecimento; faz você se sentir capaz, enquanto o estado máximo da desconexão dos desejos é quando sentimos desprezo, desespero, sofrimento, medo ou depressão. Essas emoções confirmam o grau de impotência diante da vida.

Lembre-se: tudo em que você concentra seus pensamentos e emoções torna-se real, seja bom ou ruim. Torna-se a sua verdade. Admirar a si mesma e a outras pessoas é o valor mais importante que você pode cultivar, porque o estado de admiração não oferece nenhuma resistência e experimenta sentimentos de amor e alegria.

Inicie hoje o Poder da Contemplação. Contemplar é lembrar de algo que lhe fez muito feliz e faça contato com as emoções que essa lembrança traz. Pare por instantes e comece a contemplar uma paisagem, uma flor, um sorriso ou o que chamar sua atenção e concentre sua atenção no prazer que este momento proporciona. Quanto mais estiver conectada com essa energia positiva mais rápido aumentará seus pensamentos positivos e a Lei da Atração vai levar até você experiências, pessoas e situações que combinem com a vibração praticada.

Vamos lá… comece a fazer uso da Contemplação. Só assim vai começar a entender o que é Lei da Atração.

Eu Acredito em Você!

Temos mensalmente Workshops e Oficinas Práticas sobre a Lei da Atração.

Informações: sandra.trovo@terra.com.br
(11)8378.8383 /(11)4177.3814