Tenha Boa Sorte na Vida!

Para atrairmos boa sorte na vida temos que refletir sobre nosso comportamento e as intenções que vão além do que mostramos ao mundo porque concentramos energia e acabamos por criar o que não queremos.

Ouço muitas pessoas dizerem que não têm sorte na vida e constantemente pergunto:
– O que você espera da sorte?
– Quantas oportunidades surgem em sua vida e você as agarra para crescer e evoluir?
– Você costuma inventar desculpas para a sua vida financeira culpando governo, patrão?
– Na sua vida afetiva por acaso você é sempre a vítima?

Ah! Sinto dizer, mas não dá para usar desses recursos e angariar das pessoas ao seu redor atenção, piedade, ajuda, etc. O responsável é você mesmo. Já é o momento de tomar providências para romper o padrão e interromper o ciclo de fracassos. Para isso você precisa pôr um fim nas convicções limitadoras que possam existir no nível subconsciente, substituindo-as radicalmente por convicções positivas e olhar para as emoções que brotam em cada situação vivida que você julga desagradável.

Ficar ruminando experiências negativas não é nada produtivo. Ao contrário, freia qualquer possibilidade de reverter a situação. Não se entregue a uma situação frustrante a ponto de se sentir incapaz e ficar esperando que os outros consertem o que deu errado na sua vida ou tampouco deixar que essa situação influencie seu humor além do tempo necessário para você processar o que viveu e absorver a experiência necessária.

Para ter consciência do nível de vibração em que está inserido preste atenção ao redor. Perceba o que as pessoas amigas, colegas ou companheiras dizem. Avaliar o tipo de diálogo que tem com suas amizades é fundamental para ter consciência do que está atraindo para você porque os assuntos são de interesse comum.

Lembre-se que semelhante atrai semelhante e cada qual está onde deseja estar, consciente ou inconscientemente.

Isso não quer dizer que as pessoas têm culpa pelas situações que você vive e, sim, que o nível de vibração em que está inserido faz você progredir, conquistar ou então se frustrar e estagnar.

Vamos a um exemplo real: – Sabe quando você está sozinha, sem namorado aproveitando a vida com suas amigas ou com as colegas e todas lá solteiras completamente descomprometidas? Ótimo… Se você está se encaixando nesse exemplo preste bem atenção.

Provavelmente quando estão juntas o assunto é falar de fulana que namora um rapaz chato ou que beltrana depois que começou a namorar ficou… e conversa vai e conversa vem… Enfaticamente vem o comentário: – Os homens são…, ou então: – Ah! Depois que ela começou a namorar esqueceu das amigas… (poderia aqui dizer milhares de frases que se usa de forma habitual e sem perceber o que elas causam na vida de cada pessoa).

Vamos agora entender o que é um padrão vibratório de comportamento. Caso esteja se sentindo frustrada porque está sem namorado, é evidente que vai buscar pessoas amigas que estão na mesma situação que você. Por tal motivo, preste bastante atenção na sua conversa e ouça o que as amigas falam. Se não quer viver nesse padrão, então mude sua fala e passe a valorizar as amigas que estão acompanhadas. Mas você pode me dizer: – Eu gosto da minha vida como solteira e curto estar nos lugares em que me sinto bem.

Ótimo! Então a sua vibração é outra porque pessoas que gostam de viver apenas em grupo de amigos sem ter namorado têm um outro diálogo, que é falar sobre projetos futuros, sobre viagens, férias, etc. Percebe como as vibrações são diferentes?

E quando aquela colega inseparável de trabalho recebe uma promoção e você não, o que acontece?

Comece a observar as pessoas ao seu redor, assim você vai perceber se está vibrando num nível favorável aos seus desejos ou não. Caso descubra que não está de acordo com o que você quer, suba um nível acima a sua vibração, ou seja: esteja ao lado de pessoas prósperas que falam de crescimento e expansão, de pessoas que têm relacionamentos saudáveis com seus companheiros, porque nessa vibração perceberá que o que você quer começa a chegar de forma natural na sua vida.

A subida do padrão vibratório é essencial para suas conquistas. Não adianta usar a Lei da Atração se continuar numa vibração oposta aos seus desejos. Ouse, observe a si mesmo, ouça o que você fala, permita-se prosperar, ser feliz e principalmente atingir todos os seus objetivos.

Lembre-se: cada pessoa tem o direito de estar no padrão vibratório que escolher e isso não faz dela melhor ou pior do que os outros. É apenas uma questão de escolha diante da vida. Mas se perceber que o padrão vibratório em que você está não é favorável aos seus desejos suba para outro nível.

Deixo aqui uma reflexão para você: Há pessoas que vivem uma vida inteira sem aprender as grandes lições que ela nos ensina no dia-a-dia. O tempo passa e a experiência de vida não acontece. É como se não tivessem vivido. O ser humano precisa saber o que é bom e útil. Precisa discernir o que é possível e necessário daquilo que é possível e desnecessário e para tal discernimento é preciso “Conhecer a Si Mesmo”.

Avante! Avante! Avante!

Beijos no seu coração!

Sandra Helen Trovo/Consultora em Desenvolvimento Pessoal e Profissional.

Temos Oficinas Mensalmente sobre Definição de Metas.
Entre em contato através do email: sandra.trovo@terra.com.br e receba mais informações.